A importância do celular para o seu consumidor

Os celulares, mais precisamente os smartphones, são uma das ferramentas mais poderosas para coletar dados, pois não dizem apenas o que o consumidor quer mas aonde eles estão. Localização, atividade e tempo são uma combinação poderosa, mas a maioria das empresas está com tanta pressa em executar ações de mobile marketing que, erroneamente, focam na tecnologia em vez de focar nas pessoas. Suas mensagens enviadas acabam tendo pouca relevância e os consumidores as filtram como fazem com o telemarketing. O vídeo produzido pelo Google, por exemplo, mostra que os celulares são um dos maiores influenciadores no comportamento do usuário, ajudando a determinar como eles buscam, compram e respondem às campanhas.

Para ser relevante e chegar ao consumidor, as empresas precisam repensar suas estratégias de mobile. A audiência não é mais passiva, ela responde em tempo real, influenciando o escopo e a direção das ações. Estamos falando de criar um diálogo com o consumidor. E para que isso aconteça, as marcas precisam motivar a participação com ações dinâmicas e flexíveis, como os aplicativos para celular.

O mercado de aplicativos móveis

Foram quase 8 bilhões de aplicativos baixados em 2010 e estima-se que, até o final deste ano,  serão movimentados cerca de U$6,8 bilhões mundialmente neste mercado. Em crescimento acelerado e abrangendo muitas oportunidades, aumenta também a demanda por empresas ou profissionais que botem a mão na massa.

Para evitar os preços lá em cima, aumentar sua produtividade e driblar a falta de tempo, separei neste post 4 ferramentas online simples para criar protótipos de aplicativos e rodá-los no próprio aparelho celular, e também 3 sites que permitem a criação de aplicativos móveis (uns gratuitos outros com planos mensais) sem a necessidade de programar nada:

Ferramentas online para protótipos de aplicativos mobile

Flair Builder: custa $99, porém há grandes descontos para quando há vários usuários trabalhando juntos. É possível testar a ferramenta por 15 dias gratuitamente;

• iPhone Prototype: da SourceForge, é um projeto gratuito e opensource que funciona como um plug-in em seu browser;

• Pidoco: o plano mensal mais básico custa $9, porém é possível testá-lo gratuitamente por 30 dias. Para que seu protótipo funcione no próprio aparelho celular, a empresa oferece aplicativos de iPhone e iPad que oferecem este recurso;

• Prototypes: é um aplicativo da Mac App Store que custa $39 e, com uma interface muito simples de arrastar e linkar, é possível desenvolver protótipos de aplicativos e testá-los no próprio celular sem necessidade de ter um servidor.

Sites para criar aplicativo mobile sem programação

• Universo.mobi: apesar de serem poucas as opções de personalização e de não poder fugir muito dos recursos oferecidos, já é um começo para quem não necessita de algo muito complexo;

• AppsMakerStore: possui “pacotes” pré-definidos que oferecem inúmeras combinações e variações para montar seu próprio aplicativo. É possível personalizar todo o conteúdo. Há um plano básico gratuito e outros que vão de $9 a $49 por mês;

• AppMakr: oferece os mesmos recursos que o anterior, porém com ferramentas de métricas e de monetização do seu aplicativo. Há um plano limitado gratuito e outro por $79 mensais.