Se você já pensou em montar um blog, e fez algumas pesquisas por aí, procurando opiniões neutras sobre plataformas WordPress e Blogger – as mais usadas e conhecidas – deve ter notado que existem muitos artigos. Comparativos discutindo os pontos positivos e negativos dos sistemas de gerenciamento de conteúdo são vistos aos montes, alguns com excelente texto, e outros… bem, outros cheios de opiniões parciais, querendo defender um dos lados, como se o autor ganhasse algo ao fazê-lo escolher pela opinião dele.

Blogger x WordPress Comparativo

Ao acompanhar as postagens que faço e farei aqui no Blog Aprendiz, você vai notar também que meu foco está totalmente no WordPress. Isto ocorre porque, de acordo com minhas experiências, decidi que esta seria mais flexível e melhor adaptada aos meus conhecimentos e necessidades. Obviamente, a minha verdade não é absoluta, ou seja, o que é bom pra mim, pode ser horrível para você leitor (a).

A escolha entre uma delas depende de fatores pessoais:

  • Seus conhecimentos prévios: o quanto você sabe de programação web é FUNDAMENTAL ao escolher entre WordPress, WordPress.org e Blogger. Isto porque no WordPress.org (a versão “paga” do sistema), você precisará saber como comprar e configurar uma hospedagem, domínio, enviar arquivos via FTP, etc. Os sistemas gratuitos, por sua vez, embora se assemelhem, tem características próprias, sendo o Blogger muito mais voltado aos que não manjam NADA da parte técnica, não querem aprender e sim apenas escrever e publicar. Não se esqueça que “apenas escrever e publicar”, sem saber nada da estrutura, pode ser muito ruim (para não dizer incapacitante) para quem pretende profissionalizar o blog.
  • Blog pro ou amador? – como dito antes, o que você quer para seu blog também pode influenciar a escolha. Se você não tiver pretensão alguma de aprender nada sobre blogs profissionais, ou apenas o básico dos básicos, não tem planos muito concretos de crescimento, não se importa em ter apenas opções básicas e para resumir: quer só escrever e postar, as plataformas grátis (WordPress.com e Blogger) são as ideais, principalmente o Blogger.

O Blogger tem outras facilidades em relação ao WordPress, como integração com o servidor de imagens Picasa, do Google (que também gerencia o Blogger), enquanto no WordPress você precisa hospedar as imagens em algum lugar – pode ser no próprio Picasa, inclusive, mas sem a integração automática. Os painéis de acesso e gerenciamento são feitos para tornar a experiência do usuário o mais simples e direta possível.

Isto é bom, desde que você não se importe em ter controle PARCIAL sobre o blog. Algumas possibilidades são bem “castradas” nos gratuitos, como acesso ao código-fonte do sistema e folhas de estilo das páginas, algo que não acontece no WordPress.org. O WordPress.com até oferece facilidades a mais que o Blogger, desde que você pague por elas – comprando créditos do sistema que podem ser usados de várias formas.

Em vez de falar, vamos exemplificar. Vejamos aqui o processo de criação de um blog, no Blogger, e depois no WordPress.com (os serviços gratuitos).

Primeiro no Blogger:

1 – Abrir uma conta no Google. Se você já tem uma (aquela mesma conta do yotube, Google Plus, play store, etc), é só fazer login e seguir até a página do Blogger.

2 – Clique em Criar Blog, na página seguinte insira o nome do blog, o endereço que você quer; clique em verificar disponibilidade para checar se alguém já não está usando o endereço. Se estiver livre, clique em Continuar.

3 – Escolha um dos oito modelos para começar seu blog e clique em Continuar

4 – Está pronto! Claro que com as configurações mais simples, não espere um blog profissional.

Agora, no WordPress.com

1 – Abrir uma conta no WordPress.com. Ao clicar em Entrar, você deverá já na sequência entrar com o endereço de seu novo blog (checará automaticamente se já existe). Clicou em Free, no final da página, e pronto.

2- Você já é mandado para o Painel de Controle. É só clicar em Artigos > Novo artigo e começar.

Nota-se que em ambas o processo inicial é simples, mas no WordPress, é preciso mexer mais nas coisas – note que nos posts, já haverá um modelo publicado, que deve ser eliminado ou editado, assim como um comentário de exemplo… Embora estes detalhes ajudem no aprendizado, podem ser um incômodo para alguns.

Qual o Melhor?

Não dá pra dizer qual é melhor sem adequar a ferramenta ao seu projeto. O que pode-se afirmar sem dúvida é:

  • O Blogger é mais simples em escrita, manutenção e layout. Tem menos opções, tornando as escolhas mais resumidas;
  • O WordPress, embora mais complicado, também não é difícil. Aprende-se rapidamente onde estão os comandos. A maior quantidade de opções permite fazer mais ajustes que o Blogger, e ter acesso a mais recursos.
  • O Blogger é mais direto e acessível: praticamente qualquer pessoa, mesmo com pouca experiência em informática, pode ter um blog;
  • O WordPress pode deixar os menos experientes frustrados com alguns detalhes, mas instiga o usuário a aprender e “fuçar”; não é preciso ser um técnico de informática ou super nerd para aprender a usá-lo;
  • A integração entre Blogger e outros serviços Google facilita a vida do usuário; imagens no Picasa, hospedagem nos servidores do Google, tudo com a qualidade padrão da empresa;
  • O WordPress pode ser facilmente integrado a diversos outros serviços externos, como o Picasa, sem perdas em relação ao Blogger. O blog estará nos servidores da Automattic, que cede o serviço, e também é de qualidade.
  • O Blogger é um serviço simplificado, indicado para blogs igualmente simples;
  • O WordPress.com é um serviço simplificado, também para blogs simples, mas com algumas opções a mais que o Blogger – e portanto, um pouco mais complexo.
  • O WordPress.org é uma ferramenta profissional, com muito mais recursos do que o WordPress.com e o Blogger, mas exige algum conhecimento técnico.
  • Blogs profissionais, quase sem exceção, usam ferramentas pagas, como o WordPress.org, em servidores próprios, domínio próprio.
  • Sistemas de monetização como o AdSense não funcionam em WordPress.com. E pior: se seu blog tiver bom movimento, anúncios em favor da Automattic poderão aparecer “sem sua autorização” no blog. Sem autorização entre aspas porque o termo de uso prevê que blogs de grande visitação poderão ocasionalmente ser alvo de propagandas; afinal, é um serviço grátis, e você não pode questionar os termos de uso…

Pense nisso tudo antes de decidir qual plataforma usar. Eu decidi pelo WordPress.org – é a ferramenta usada por mim em todos meus blogs anteriores e ainda online, e sobre ele serão todas as lições do Blog Aprendiz, ainda que conhecimentos genéricos se apliquem a blogs em qualquer plataforma, de qualquer tipo.